Avançar para o conteúdo principal

Pela serra da freguesia de S. Lourenço

Caminhos antigos da freguesia de S. Lourenço de Ribapinhão


Despertando bem cedo, na companhia do sol outonal, e do seu brilho a intensificar-se com a beleza maravilhosa dos altos da freguesia de S. Lourenço de Ribapinhão, eis-nos pelas recordações dos tempos antigos e das figuras laurentinas que ainda hoje protagonizam histórias, muitas delas contadas na simplicidade das palavras e expressões de então, fazendo-nos sorrir em provocação constante e inspiradora sentimentalidade. A enorme beleza das paisagens e seus recantos, ricos pela diversidade dos arbustos e flores silvestres a servirem de alimento aos animais, sobretudo nesses tempos mais recuados, mas ainda bem claros nas nossas memórias, transportam-nos às vivências dos nossos pais, avós, bisavós. Tais manifestações de vida que nos espertam por entre quadros originais de rara perfeição, vividos agora, neste presente, ligam facilmente aos que nos precederam, possibilitando viagens no tempo que, afinal, não são assim tão difíceis de realizar. Se o desejarmos, e se procurarmos nos caminhos da serra de S. Lourenço de Ribapinhão, ali encontraremos antepassados familiares que nos possibilitaram caminhos por nós hoje gostosamente percorridos.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Caminhos de Vilar Celas

Caminhos de Vilar Celas, Carvalhada, Saudel, e xailes de serrubeque !

Lenda da Nossa Senhora das Candeias

Paredes, freguesia de S. Lourenço de Ribapinhão Numa bela noite, 2 de fevereiro, ia um caminheiro com os seus dois cavalos carregados, que ficaram atolados naquele histórico atoleiro. Era homem de boas ideias. Pediu à Senhora das Candeias, foi ouvido e Nossa Senhora apareceu com uma candeia na mão; alumiou-o e seus cavalos desenterrou, acompanhando-o à povoação (Paredes). - Está visto que o homem tinha bom coração; diz o contador desta história - Delfim da Silva Monteiro - natural e residente naquele lugar. Era uma noite rigorosa com muita chuva e neve que apanhou desprevenido o almocreve. Nossa Senhora a esse homem disse que nada dissesse, mas ele não pôde resistir ao que viu. Foi um Milagre!  Cheio de alegria no seu coração, logo transmitiu e espalhou pela povoação. Toda a gente correu para as fragas daquele lugar, hoje conhecidas por Fragas de Nossa Senhora das Candeias, lindo lugar, digno de se visitar! - Desde esse tempo, a Senhora das Candeias das Paredes foi sem

Restaurante Churrasqueira Convívio

Restaurante, em Saudel, freguesia de S. Lourenço de Ribapinhão Aproveitando reunião familiar, decidiu-se sossegar a hora de almoço no Restaurante Churrasqueira Convívio, em Saudel, freguesia de S. Lourenço de Ribapinhão, mesmo ao lado do Santuário de Nossa Senhora da Saúde. Precedendo a refeição, no terraço do restaurante com belíssima vista sobre o Santuário, encontros espontâneos com conterrâneos ocorreram amistosos e aprazíveis de sinceras amabilidades. Sabemos que a relatividade dos gostos sempre condiciona e molda opiniões. Pela parte que me tocou, antes ainda de umas ótimas castanhas assadas, provenientes de um souto mesmo ali ao lado, um churrasquinho caseiro perfeitamente condimentado e rodeado de uma saborosa batata frita, loirinha e seca, veio a calhar. Um copo ou dois do vinho servido, bem tinto, como apreciámos, aprimorou lembranças e histórias daquele lugar que se expressaram entusiásticas. E não se julgue o desconhecido: uma boa porção de queijo, acompanhada de uma substa